Boa Educação, Não Deixe Ela Em Casa

agosto 09, 2015

Olá!

Sempre perco boas oportunidades de escrever bons textos no calor da hora em que eles me ocorrem. Dia desses, me peguei refletindo sobre a pouca educação presente nos ônibus que uso diariamente e minhas reflexões eram engraçadas, do tipo que eu mesma conseguia rir. Pois é, sou dessas que ri sozinha dos próprios pensamentos - em público. E se você esteja lendo isso aqui agora, não conseguirá sentir toda a ironia presente naqueles meus pensamentos, pois o tempo passou e a ironia evaporou, sobrando somente a indignação de presenciar determinadas atitudes. Nosso tempo é tão dado a informalidade que palavras que expressão respeito, parecem fora de uso, ultrapassadas.

Já ouvi amigos dizendo e também já disse: "Nasci na época errada." Será mesmo? Acredito que não. O problema é que poucos de nós ainda nos indignamos com as pequenas falta de educação que nos cerca diariamente. No ônibus, todas as manhãs, ouço com certa frequência empregadas domésticas/diaristas/secretárias do lar (não sei se ofendo chamando assim, espero que não) contando pras amigas - de maneira admirada, o quanto as crianças de seu novo emprego são educadas e usam corretamente as palavrinhas mágicas. Elas relatam o quanto as crianças - e os adultos também - são bonitinhas ao dizer a elas: "Obrigada", "Por favor", "Bom dia", "Boa tarde", "Com licença"...

Gente, é sério, admirada fico eu ao ouvir esse tipo de relato, porque deveria ser comum esse tipo de tratamento e as senhoras que normalmente relatam essas histórias, deveriam ser as primeiras a propagarem essa boa educação. Mas no entanto, infelizmente, boa educação não é contagiosa. Infelizmente! Pois comum mesmo é ver essas mesmas senhoras se levantarem para descer em suas paradas de ônibus e mandarem a bolsa na cabeça da pessoa que está sentada mais próximas a elas e simplesmente, não terem a atitude de se desculparem. Quantas foram as vezes que já levei cotoveladas na cabeça, quando as pessoas vão caminhando no ônibus lotado e trocando a mão de lugar ao se segurar na barra de ferro.

Poxa, não custa abrir a boca pra dizer: "Desculpa." Se você, assim como eu, é uma dependente crônica -  temporária, se Deus abençoar -  do transporte público já deve ter passado por situação semelhante. E tem as vezes também, de termos a felicidade de estarmos sentadas e levarmos bolsadas, dos passageiros que caminham no corredor. Triste olhar pra pessoa que te "bateu" e ela simplesmente te olhar de volta, como se nada tivesse acontecido e continuar o caminho dela. Minha conclusão. Pessoas furiosas não deviam usar o transporte público, ou terem local separado para o uso do espaço, sem se misturar com os demais que não merecem sofrer as consequências de sua fúria.

E as frases: "Quer espaço? Compre um carro.", "Não quer que ninguém te esbarre? Compre um carro." Meu Deus! Blasfêmia!! Eu só quero respeito. Eu mereço respeito. E o ônibus ser lotado não te dá o direito de tratar todo mundo com falta de educação. Não me venha com frases feitas, mostrando a sua falta de educação e respeito. Que tal brincar/fingir que você é educado e levar a sério a brincadeira? Vamos tornar o ambiente menos pesado, ok? E caso você esteja lendo isso e já tenha proferido frases como essas ou se comportado mal ao esbarrar nas pessoas, miga. PARE JÁ! Atitudes assim, não fazem de você uma pessoa bonita.

Educação precisa ser parte da vida de todo mundo, precisa ser um habito exercitado diariamente, em todos os ambientes que você frequentar. Nada disso, de sair de casa e deixar guardada a sua boa educação pra a hora que você voltar. A boa educação, não é um produto que acaba rápido, pode usar sem moderação que ela não vai acabar. Não seja econômica, use sem medo. Pratique a boa educação em suas atitudes. Ok? Obrigada. De nada. Beijos de luz, miga.



  • Share:

You Might Also Like

8comentários

  1. Acredite se quiser, uma vez o ônibus chegou no ponto final e eu não percebi porque estava dormindo. Me acordaram com um tapa na testa. Só notei que tinha sido um tapa minutos depois de ter acordado. Daí eu entendi por que estavam rindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geeeeente! Que absurdo!! Olha, eu não sou de procurar confusão, tenho horror a barraco, mas se me acordam dessa forma. Eu não respondo por mim hahahaha.

      Excluir
  2. Parece que os valores estão mudando e isso é muito triste. Fico em dúvida se deixam a educação em casa ou se não a possuem, de fato. Odeio transporte público e dou graças por morar numa cidade pequena onde não preciso depender disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prefiro pensar que as pessoas tem educação, mas a preguiça não deixa usar. Muito triste imaginar que um sujeito cresceu sem limites, sem bons exemplos. Ainda tenho fé na humanidade. Adoraria ter a sua sorte, morar em uma cidade onde não fosse necessário usar o transporte público.
      Beijos, flor.

      Excluir
  3. Muito bom o texto, ta faltando muita mas muita educação mesmo dentro do transporte público e em outros lugares também, o que eu vejo de pessoas xingando motoristas, outros passageiros, querendo discutir por coisa pouca, sendo arrogante e infinita de outras coisas que se eu falasse daria uma lista imensa, é muito viu, como você disse, ser educado deveria ser um gesto comum, mas parece que a cada dia que passa as pessoas vão andando para trás, esquece dos bons modos e de respeitar ao próximo, infelizmente né. Eu faço a minha parte, sempre sou educada e não desconto meus "problemas pessoais" com ninguém, se todos fizessem isso, seria bem melhor né?
    Bjokasss e arrasou no post ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, as pessoas estão perdendo o respeito uns pelos outros. É cada coisa ridícula que vemos em muitos lugares, o transporte público que citei, é apenas um exemplos, entre tantos outros. E o que mais me assusta, são os idosos e senhores (ras) de mais idade (ainda não são idosos) praticando o desrespeito. Pensa que coisa horrorosa, uma mãe ou uma avó instruindo as criança a entrarem correndo no ônibus, empurrando as pessoas para conseguirem um banco para elas se sentarem. Daí, entram, vã de encontro as crianças e ficam dando risada da situação. Vejo isso demais nos ônibus que sou obrigada a utilizar. Fico revoltada.

      Excluir
  4. Seu texto (desabafo) merece ser compartilhado, deu vontade de sair colando isso nos pontos de ônibus pelo Brasil a fora... é um absurdo atrás do outro, fico chocada e revoltada.
    Uma coincidência, dia atrás comecei a escrever um texto sobre gentileza também rs... mas seria algo baseado em outras coisas que já presenciei e algumas outras que recentemente ocorreram comigo. Respeito e educação é tudoo... senão aonde vamos parar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso que contei aqui, é só a ponta do iceberg. Infelizmente o que tem de pessoas mal educadas e destilando essa má educação por todos cantos do mundo, não tá escrito. Terminei o seu texto, vamos fazer desse tema o nosso "Basta!". O pior é ver a falta de educação partindo de senhores (ras) e idosos. Triste isso.

      Excluir